Este navegador não é suportado

Você está usando um navegador que não é mais suportado. Para continuar visitando nosso site, escolha um dos seguintes navegadores compatíveis.

Our global presence

Please select a business area and your country and language.

Close

Como avaliar a relação peso/potência em ferramentas de aperto e remoção?

Ferramentas

Máquinas de alta potência costumam ser mais pesadas, aumentando o desgaste do operador e comprometendo a produtividade. Saiba como alcançar melhor desempenho.

Ferramentas de aperto e remoção - Chicago Pneumatic

Ao escolher uma ferramenta de aperto ou remoção, você se preocupa em avaliar a relação peso/potência do equipamento?

Geralmente, quando a potência é alta, a máquina também fica mais pesada, o que pode causar desgaste excessivo no operador e comprometer a produtividade. Mas existem tecnologias mais avançadas que viabilizam o desenvolvimento de modelos mais potentes e leves.

Como é medida a relação peso/potência?

É exatamente a “quantidade de peso” dividida pela “quantidade de potência” de uma máquina. Nas especificações das ferramentas, é preciso buscar sempre a menor relação peso/potência.

Uma máquina mais potente resulta em um maior índice de aperto ou remoção de material, ou seja: é possível fazer mais em menos tempo. Se o peso for reduzido, garante-se ainda mais produtividade, com menos esforço do operador.

Na prática, qual é o ganho de produtividade esperado?

O tamanho do ganho nas operações de aperto e remoção vai depender da condição da operação atual em relação à operação proposta.

Alguns exemplos:

No aperto de parafusos

Máquinas mais potentes podem levar menos tempo para soltar ou apertar parafusos. Assim, principalmente em operações industriais, em que a quantidade de parafusos é muito grande, os ganhos chegam a horas ou dias de trabalho.

Considerando que o custo da hora/homem em plantas industriais é elevado, pode-se obter vantagens de duas formas:

  • com a redução do efetivo necessário para realizar a operação, alocando os operadores para outras áreas;
  • com a redução do tempo nas paradas de manutenção.

Em fundições

Fundições costumam operar em 3 turnos, com o tempo de produção normalmente estrangulado.

Qualquer ganho de produtividade permitirá que mais peças sejam produzidas em um menor tempo e com menos esforço — sem necessidade de novas instalações ou mão-de-obra adicional.

Além disso, se as máquinas forem leves e potentes, os operadores tendem a fazer um trabalho mais consistente com erros reduzidos, já que estarão em uma condição de maior conforto.

Por que as máquinas mais potentes costumam ser mais pesadas?

O peso das máquinas é influenciado pelas características construtivas, como diâmetro do rotor, entradas de ar e tipo de material empregado. O ideal é procurar tecnologias que proporcionem modelos mais ergonômicos.

Que equipamentos atendem a esses requisitos?

Quando comparamos máquinas da Chicago Pneumatic a outras concorrentes com a mesma potência (nas esmerilhadeiras) e torque (nas chaves de impacto), geralmente conseguimos oferecer potência ou torque superiores, com máquinas mais leves e confortáveis.

Alguns exemplos de máquinas que possuem uma excelente relação de peso/potência:

Para se ter uma ideia, as máquinas elétricas de alta frequência são as mais frequentemente comparadas a esse modelo. Chegam a pesar de 9 a 11 Kg, entregando menos potência.

Ferramentas mais robustas também oferecem uma vida útil prolongada, reduzindo custos de manutenção, tanto preventiva, quanto corretiva. Fale com nossos especialistas e descubra qual é o modelo ideal para a sua aplicação.